top of page

Carta nº 35

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Cartas

Carta nº 35


Véspera do Yom Kippur (Dia da Expiação), 4 de outubro de 1957 

Com relação à sua pergunta: "Por que fomos deixados tão sozinhos na guerra?", nossos sábios disseram: "Todos os que choram e lamentam por uma pessoa digna", etc. (Shabat 105b). Qual é o significado de chorar e lamentar? 

Sabe-se que há dois tipos de choro: há o choro de tristeza e o choro de alegria. Quando o coração se enche de entusiasmo excessivo, seja ele proveniente de coisas boas ou ruins, esse entusiasmo se manifesta para fora. É como um copo de água - quando se enche, transborda. O mesmo acontece com as lágrimas, que são um excedente que transborda. É por isso que há lágrimas de alegria e, é claro, o contrário.

No entanto, as lágrimas sem motivo são impossíveis, embora existam lágrimas artificiais, ou seja, uma pessoa que quer mostrar a outra que está impressionada com algo também pode chorar. Entretanto, isso é considerado artificial. 

Portanto, quando uma pessoa digna morre e sentimos a falta, o sentimento e a tristeza se acumulam no coração e se manifestam em lágrimas. Naturalmente, quando uma pessoa sente uma certa medida de falta, essa falta é chamada de "oração" e, por meio da oração, prolongamos a perda mais uma vez. Mas quando não prestamos atenção e não aceitamos a situação, vamos nos distanciando cada vez mais até nos esquecermos. 

Sabe-se que os mortos são esquecidos pelo coração, pois a morte é chamada de "desespero". É por isso que há uma queixa sobre o falecido que estava ligado a essa pessoa - e essa ligação exigia a atenção dessa pessoa - de que o justo pereceu, mas ninguém percebe.

Portanto, para evitar difamar uma pessoa que estava ligada ao justo falecido, o justo falecido faz uma correção, retirando dela o que lhe deu. Nesse momento, essa pessoa se torna muito má, pois aqueles que já tinham desejo de receber pela espiritualidade, quando perdem a espiritualidade, as coisas corpóreas começam a preencher a medida de prazer da espiritualidade. Assim, elas caem muito mais baixo, ou seja, em medidas maiores de luxúria baixa e paixão pela honra. 

É por isso que ele explicou que, após o evento que aconteceu conosco, eles esqueceram a essência e tomaram para si o caminho da disputa... 

De qualquer forma, eu sabia de antemão qual seria o resultado. Há pessoas que conseguem ocultar seus pensamentos, e há pessoas que não têm essa força, e seus pensamentos aparecem para fora, o que significa que fazem coisas impróprias e mostram a todos que não têm, nem tiveram antes, qualquer conexão com os justos. 

Então, por que você está surpreso agora? Isso foi determinado logo após o Yom Kippur (Dia da Expiação) de 1954 e, desde então, não tem sido nada além de uma sucessão de desenvolvimento de seus pensamentos e ações.

Agora você terá uma melhor compreensão da necessidade de acreditar nas palavras de nossos sábios, que obrigaram o homem a dizer: "O mundo foi criado para mim". Mas como você encara essa grandeza - que alguém deve ter orgulho excessivo? No entanto, se a base for inteiramente de fé, também podemos acreditar nisso. Se uma pessoa está trabalhando para si mesma, então há esses argumentos. Mas se uma pessoa quiser, no mínimo, que seu desejo seja para o Criador, ela também pode acreditar nisso, pois precisamos de fé em cada passo do caminho. 

"Os justos são maiores em sua morte do que em sua vida." Ou seja, devemos aumentar a fé quando eles morrem mais do que quando estão vivos, já que toda a base do caminho dos justos está na fé. Somente dessa forma o conhecimento aparece, e somente aquele que foi recompensado por andar no caminho da fé terá a sabedoria e o poder. 

“Qualquer um que esteja ocioso com o elogio de um sábio deve ser enterrado em sua vida" (Shabat 105b). Isso significa que onde a carência não é sentida, a ociosidade é sentida. Como ele não sente a perda e não se impressiona o suficiente para despertar um elogio em seu coração, então, mesmo que ainda esteja vivo, antes que a vitalidade que recebeu do sábio tenha partido dele, ainda assim, ele deve ser enterrado em sua vida.

Como os mortos só podem ser corrigidos por meio do sepultamento, esse homem deve ser sepultado porque a morte certamente virá, o que significa que a vida o deixará. É por isso que nossos sábios nos dizem que ele deve ser enterrado agora mesmo... 

Baruch Shalom HaLevi  Filho de Baal HaSulam.

Posts recentes

Ver tudo

Carta Nº 1

Yehuda Leib HaLevi Ashlag (Baal HaSulam)/ Cartas Carta Nº1 2 de maio de 1922, Jerusalém Para meu amigo... Agora, ao meio-dia, recebi sua carta datada do dia oito do primeiro mês, e suas palavras sobre

827. A piedade fez a ocultação

827. A piedade fez a ocultação Deveríamos perguntar sobre as palavras: “Toda a terra está cheia de Sua glória”. Além disso, está escrito no Zohar: “Não há lugar vago para você”. O que isso significa?

Comments


bottom of page