top of page

Carta nº 39

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/ Cartas

Carta nº 39

6 de março de 1958, ManchesterOlá e tudo de bom para meu amigo, 

Recebi dez libras para o Purim, o que equivale a meio shekel. Dez gerah (uma moeda que era usada em Israel nos tempos antigos. Vinte shekels são um gerah) é um shekel, e metade dele é dez. Está escrito no Zohar sagrado que metade de um shekel é chamado de dez, que é uma pedra com a qual se pesa a contribuição ao Senhor (Ki Tissa, item 4).

Devemos interpretar as palavras do santo Zohar. Meio shekel significa que, quando uma pessoa começa a ponderar como retornar ao Criador, quando sabe que tem muitas iniquidades e transgressões, o santo Zohar diz que a pessoa deve saber que é sempre considerada metade e metade. Ou seja, ela tem metade dos méritos e metade das falhas, e sempre pode optar por se condenar ao lado do mérito. É como nossos sábios disseram: "A pessoa deve sempre se ver como metade culpada e metade inocente. Se ela tiver realizado uma Mitzvá (boa ação/ mandamento), ficará feliz, pois condenou a si mesma e ao mundo inteiro ao lado do mérito", etc.

Devemos interpretar a razão como nossos sábios disseram: "Aquele que é maior que seu amigo, seu desejo é maior que ele". É assim porque, se não lhe é dada uma maior inclinação ao mal, ele não terá escolha, pois se o bem é mais do que o mal, ele não tem escolha, pois a escolha é precisamente quando os dois são iguais e a pessoa decide.

Com isso, você entenderá o que nossos sábios disseram: “No futuro (fim da correção), o Criador traz a inclinação ao mal e a massacra diante dos justos e diante dos malvados. Para os justos, parece uma montanha alta. Para os malvados, parece um fio de cabelo. Devemos entender quem está certo, ou seja, qual é a medida da inclinação ao mal.No entanto, como expliquei, os malvados têm poucos méritos; portanto, sua inclinação ao mal não é tão grande, mas apenas como um fio de cabelo. Isso ocorre porque, para que seja meio a meio, quando há pouco de bom, deve haver pouco de mal. Mas os justos têm muitos méritos, portanto sua inclinação ao mal deve ser grande também. Portanto, nos justos, a inclinação ao mal é uma montanha alta.

Com isso, você entenderá as perguntas das pessoas sobre o versículo: "Vinde ao Faraó, porque endureci seu coração". Isso significa que o Criador negou-lhe a escolha ao endurecer seu coração? De acordo com o que expliquei, é o contrário. Pelo Criador endurecendo seu coração, ele pode fazer uma escolha mais uma vez, pois quando o Faraó disse: "O Senhor é justo, e eu e meu povo somos os ímpios", significa que ele já o condenou a uma escala de mérito e ele é totalmente bom e não tem mais nada a fazer. Por esse motivo, de acordo com o bem dele, o Criador teve que aumentar a inclinação ao mal, como nossos sábios disseram: "Todo aquele que é maior que seu amigo, seu desejo é maior que ele". Portanto, quando o Criador endureceu seu coração, ele pôde fazer uma escolha mais uma vez.Que o Senhor nos conceda duas porções - cura e salvação.Do seu amigo que deseja a você e sua família tudo de bom, Baruch Shalom HaLevi Ashlag.


Posts recentes

Ver tudo

Carta Nº 1

Yehuda Leib HaLevi Ashlag (Baal HaSulam)/ Cartas Carta Nº1 2 de maio de 1922, Jerusalém Para meu amigo... Agora, ao meio-dia, recebi sua carta datada do dia oito do primeiro mês, e suas palavras sobre

827. A piedade fez a ocultação

827. A piedade fez a ocultação Deveríamos perguntar sobre as palavras: “Toda a terra está cheia de Sua glória”. Além disso, está escrito no Zohar: “Não há lugar vago para você”. O que isso significa?

Comentarios


bottom of page