top of page

Carta nº 63

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)

Cartas

Carta nº 63


26 de julho de 1962, Gateshead, Inglaterra


Para…


Recebi a sua carta de 23 de julho, bem como uma carta de… de 20 de julho. E como esta semana vim para Inglaterra, começarei a responder a cada uma das cartas.


Quanto à reunião dos bolsistas na véspera do Shabat, é muito importante, e não entendo por que os ortodoxos não podem se reunir sem os bolsistas. Acho que eles já são adultos e não precisam do apoio dos bolsistas para ser a base sem a qual não conseguem se unir. Eles podem sentar-se sozinhos, enquanto vocês ficam sozinhos. Portanto, acredito que nenhum deve ser adiado por causa do outro.


E quanto a… ele deveria assumir o fardo da persistência, e não pensar tanto em problemas tão sérios. Mas o mais importante é que vejo que ele tem medo da verdade, que ele possa, Deus proíba, ver alguma verdade e ter que se render diante dela. Diga a ele: “Compre a verdade e não venda”. Vender significa revelar para fora, o que significa que aquele que deseja comprar a verdade não para si mesmo, mas para ter algo para vender aos outros, tal homem deveria temer não ter nada para vender.


Mas quem não tem nenhum interesse na vida além de viver no mundo da falsidade de uma forma verdadeira, não se importa. Se ele puder trilhar o caminho da verdade quando vir a verdade, então não terá nada do que se arrepender. E se é difícil para ele trilhar o caminho da verdade, ainda assim vale a pena para ele, porque ele tem contato com a verdade, e ele senta e espera por um momento de boa vontade quando poderá assumir a responsabilidade de percorrer seu caminho.


Mas temendo que ele pudesse, Deus proíba, ver a verdade? Nunca ouvi falar de uma pessoa que tivesse medo disso. Embora esteja escrito: “Feliz aquele que está sempre com medo”, há muitas interpretações para isso.


Não tenho tempo para elaborar agora, mas nas próximas cartas escreverei com mais detalhes.


Baruch Shalom HaLevi Ashlag,


Filho de Baal HaSulam.


Posts recentes

Ver tudo

Carta Nº 1

Yehuda Leib HaLevi Ashlag (Baal HaSulam)/ Cartas Carta Nº1 2 de maio de 1922, Jerusalém Para meu amigo... Agora, ao meio-dia, recebi sua carta datada do dia oito do primeiro mês, e suas palavras sobre

827. A piedade fez a ocultação

827. A piedade fez a ocultação Deveríamos perguntar sobre as palavras: “Toda a terra está cheia de Sua glória”. Além disso, está escrito no Zohar: “Não há lugar vago para você”. O que isso significa?

Comments


bottom of page