top of page

 “Construindo uma Sociedade Espiritual”

 Noite de Unidade:

 “Construindo uma Sociedade Espiritual”

Trechos selecionados das Fontes



1. Baal HaSulam, "A Última Geração"

Estávamos perdidos no terrível deserto junto com toda a humanidade e agora encontramos um grande e abundante tesouro, ou seja, os livros da Cabalá no tesouro. Eles satisfazem nossas almas ansiosas e nos enchem abundantemente de exuberância e contentamento; estamos saciados e ainda há mais.

No entanto, lembramos de nossos amigos, que foram deixados sem esperança no terrível deserto. Há uma grande distância entre nós, e as palavras não podem superá-la. Por esse motivo, colocamos esta trombeta para tocar bem alto, para que nossos irmãos possam ouvir, aproximar-se e ser tão felizes quanto nós.

 

2. Em primeiro lugar, precisamos nos conectar corretamente e, depois, podemos divulgar a conexão correta entre nós para todas as nações e mostrar-lhes um exemplo. Ainda não alcançamos essa conexão. Essa conexão inclui nosso grupo global, e nada mais é necessário. Se nos conectarmos o mais próximo possível, como um homem com um só coração, a humanidade será capaz de entender qual é o segredo da conexão e o que precisa ser feito. E, por meio de nosso sistema, eles também desejarão participar.

(da Lição Diária de Cabalá, 19 de junho de 2024)

 

3. Baal HaSulam, "A Última Geração"

Abra esses livros e você encontrará todas as boas ordens que aparecerão e o fim dos dias, e você encontrará neles a boa lição pela qual organizar os assuntos mundanos hoje também, pois podemos aprender com o passado e, com isso, corrigir o futuro. [...] Eu vi tudo isso e não posso mais me conter. Resolvi divulgar minhas observações e o que encontrei escrito nesses livros a respeito das condutas de correção de nosso destinado futuro. E saio e convoco as pessoas do mundo com essa trombeta. Acredito e estimo que será suficiente reunir todos os escolhidos para que comecem a estudar e se aprofundar nos livros, para que possam condenar a si mesmos e ao mundo inteiro ao lado do mérito.

4. Baal HaSulam, "A Nação"

Também está claro que o enorme esforço que o caminho acidentado que temos pela frente exige de nós exige uma unidade tão sólida e tão dura quanto o aço, de todas as partes da nação, sem exceção. Se não nos unirmos contra as poderosas forças que estão em nosso caminho para nos prejudicar, descobriremos que nossa esperança está condenada de antemão.

 

5. Baal HaSulam, " O Arvut [Garantia Mútua]"

Isso é para falar do Arvut [garantia mútua], quando todo o Israel se tornou responsável uns pelos outros. Como a Torá não foi dada a eles antes de cada um de Israel, foi perguntado se ele concordava em assumir a Mitzvá [mandamento] de amar os outros na medida total expressa nas palavras "Ame seu amigo como a si mesmo". Isso significa que cada um em Israel assumiria a responsabilidade de cuidar e trabalhar para cada membro da nação, para satisfazer todas as suas necessidades, não menos do que a medida impressa nele para cuidar de suas próprias necessidades.

Uma vez que toda a nação concordasse unanimemente e dissesse: "Faremos e ouviremos", cada membro de Israel se tornaria responsável para que nada faltasse a nenhum membro da nação. Somente então eles se tornaram dignos de receber a Torá, e não antes.

 

6. Baal HaSulam, "A Última Geração"

Primeiro, deve haver um pequeno estabelecimento cuja maioria seja de altruístas [...] Cada um trabalhará de acordo com sua capacidade e receberá de acordo com suas necessidades.

Terá todas as formas de governo de um estado [...] Essa instituição será como um ponto focal global com nações e estados ao seu redor até os cantos mais distantes do mundo.


Posts recentes

Ver tudo

Carta Nº 1

Yehuda Leib HaLevi Ashlag (Baal HaSulam)/ Cartas Carta Nº1 2 de maio de 1922, Jerusalém Para meu amigo... Agora, ao meio-dia, recebi sua carta datada do dia oito do primeiro mês, e suas palavras sobre

827. A piedade fez a ocultação

827. A piedade fez a ocultação Deveríamos perguntar sobre as palavras: “Toda a terra está cheia de Sua glória”. Além disso, está escrito no Zohar: “Não há lugar vago para você”. O que isso significa?

Comments


bottom of page