top of page

DIA DE UNIDADE DE PURIM“AUMENTANDO A ALEGRIA” 2


SÁBADO 23/03/2024 e Domingo 24/03/2024

 

LIÇÃO 2: Tocando no Fim da Correção

 

1. RABASH, Artigo nº 386, "Este é o Dia que o Senhor Fez"

Este é o dia que o Senhor fez; nós nos regozijaremos e nos alegraremos nele." "Este é o dia" significa que "este" é chamado de "dia", e não outra coisa. O que acontece quando o Senhor "faz"? É que cada um alcançará o "regozijar-se-á e se alegrará nele". "Nele" significa no Criador, em Dvekut [adesão] com o Criador, o que é chamado de "equivalência de forma", ou seja, cada um entenderá que não há maior alegria do que doar contentamento ao seu Criador. É isso que esperamos. Quando o público em geral atingir esse grau, isso será chamado de "o fim da correção".

 

2. Baal HaSulam, "Introdução ao Livro do Zohar", Item 14.

O fim da correção das almas após o renascimento dos mortos. Naquele momento, a correção completa também chegará aos corpos, pois então eles transformarão a recepção para si mesmos, que é a forma do corpo, para assumir a forma de pura doação, e se tornarão dignos de receber para si mesmos todo o deleite, prazer e satisfação no pensamento da criação.

E com tudo isso, eles alcançarão um forte Dvekut pela força de sua equivalência de forma com seu Criador.

 

3. RABASH, Artigo 11 (1987), "Purim e o Mandamento: Até que Ele Não Saiba"

"E removerei o coração de pedra de sua carne, e lhe darei um coração de carne. Naquele momento, a morte será engolida para sempre, todo o mal será corrigido para o bem, e a escuridão brilhará como luz."

Como essas luzes de Purim são uma similitude do fim da correção, pois só se iluminaram graças ao milagre, por essa razão, todos os dias especiais são cancelados além de Purim, pois ele pertence ao fim da correção. Então, quando todo o mal for corrigido, não haverá diferença entre "o maldito Hamã e o abençoado Mordechai", e Hamã também será corrigido para o bem.

 

4. RABASH, Artigo nº 34 (1988), "O que são o Dia e a Noite no trabalho?"

No final da correção, todos saberão que "Teu é o dia; tua é também a noite". Ou seja, uma vez que Sua vontade é fazer o bem às Suas criações, e o bem significa dia, então como se pode dizer que o Criador dá a escuridão? Isso é contra Seu propósito! No entanto, a escuridão também, que significa a noite, é considerada "dia", mesmo que a pessoa sinta interrupções no Dvekut com o Criador, que são chamadas de "escuridão" e "noite".

Mas, no final da correção, quando se sabe que Ele também deu a escuridão, isso certamente também é luz. A prova disso é que, então, os pecados se tornam como méritos. Assim, nesse momento, sabemos que "Teu é o dia; Tua é também a noite", já que ambos pertencem a Ti, o que significa que ambos são Tu, o que significa que o Criador deu ambos como "dia".

 

5. RABASH, Artigo nº 21 (1991), "O que significa o fato de lermos a porção Zachor [Lembrar], antes de Purim, no trabalho?"

Antes do fim da correção, essa luz de Chochmá, chamada Gadlut de Chochmá, não pode brilhar junto com a luz de Chassadim.

Naquele momento, houve um milagre por causa do jejum e dos clamores, que estenderam a luz de Chassadim, e então a luz de Chochmá pôde se vestir com a luz de Chassadim, e isso é considerado um milagre quando a luz brilhou antes do fim da correção, já que, por natureza, essa luz só pode brilhar no fim da correção, que é chamada de "no futuro". O milagre foi o fato de ela ter iluminado antes do fim da correção. É por isso que os nossos sábios disseram: "Todas as ocasiões serão canceladas, exceto o pergaminho de Ester, já que a luz de Purim é a luz que brilhará no futuro".


6. Baal HaSulam, Shamati, Artigo nº 37, "Um artigo para Purim"

É impossível receber sem a luz de Chassadim, pois isso induz à separação. No entanto, foi feito um milagre em que, por meio de jejum e choro, eles estenderam a luz de Chassadim e, então, puderam receber a luz de Chochmá.

Entretanto, não existe tal coisa antes do fim da correção. Mas como esse discernimento é do discernimento do fim da correção, momento em que já estará corrigido, como está escrito em O Zohar: "SAM está destinado a ser um anjo santo". Segue-se que, então, não haverá diferença entre Hamã e Mordechai, pois Hamã também será corrigido. Esse é o significado de "em Purim, a pessoa deve se intoxicar até que não consiga distinguir o maldito Hamã do abençoado Mordechai".

 

7. Zohar para Todos, Beresheet [Gênesis], "Pedras de Mármore Puro", item 255

No final da correção, quando o SAM for revogado, parecerá a todos que o SAM nunca viveu, mas que a unidade sempre esteve governando, como está escrito: "Não há ninguém além dEle."

 

8. Shem MiShmuel, Porção Haazinu

O fim da correção será quando todos se tornarem um só grupo para fazer a vontade do Criador de todo o coração.

 

Posts recentes

Ver tudo

Paixão pelo conhecimento

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) Artigos/ Registros Paixão pelo conhecimento Artigo 145 A paixão pelo conhecimento chega a quem age para saber, que se esforçam e se aprofundam o máximo que podem.

Carta nº 6

Rabash. Carta nº 6 15 de abril de 1955, Londres Para os alunos: Recebi a carta de ... e é bom que ele interprete seus detalhes o máximo que puder. Quanto ao restante dos assuntos que ele me informou,

Plenitude na Vida

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) Artigos/ Registros Plenitude na Vida Artigo 809 "Uma pessoa não morre com metade do seu desejo realizado." "Quem tem cem deseja duzentos." A questão é: Como é a es

Comments


bottom of page