top of page

Fé dentro da razão

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Notas Sortidas

Fé dentro da razão

Artigo 170 



A fé dentro da razão é chamada de “uma correia perversa com a qual se golpeia os iníquos”. A razão é que, através dela, somos escravizados dentro do exílio, pois se não fosse isso eles seriam imediatamente libertados.


É exatamente como Israel esteve no Egito por 216 anos, ou como está escrito: “E eles os afligiram por quatrocentos anos”. A questão é que, o que eles construíam seria imediatamente enterrado no solo “e eles amargaram suas vidas com trabalho árduo” até que “os filhos de Israel suspiraram do trabalho”, até que foram redimidos.


Contudo, deveríamos perguntar: Por que eles não suspiraram e ficaram tristes com o trabalho o tempo todo? A razão é que se uma pessoa coloca a fé acima da razão, seu corpo não quer mais lhe dar combustível para o trabalho, pois onde não há desejo de receber, não há corpo.


A regra é que um corpo não pode funcionar sem qualquer recepção para si. Dez por cento, cinco por cento, mas nenhuma recepção? Isto é impossível. Mas há uma resposta para isto: Aquele que aumenta o amor ao Criador tem o combustível vindo do amor ao Criador, e ser recompensado com o amor do Criador é especificamente através do ódio ao corpo.


Posts recentes

Ver tudo

Paixão pelo conhecimento

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) Artigos/ Registros Paixão pelo conhecimento Artigo 145 A paixão pelo conhecimento chega a quem age para saber, que se esforçam e se aprofundam o máximo que podem.

Carta nº 6

Rabash. Carta nº 6 15 de abril de 1955, Londres Para os alunos: Recebi a carta de ... e é bom que ele interprete seus detalhes o máximo que puder. Quanto ao restante dos assuntos que ele me informou,

Plenitude na Vida

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) Artigos/ Registros Plenitude na Vida Artigo 809 "Uma pessoa não morre com metade do seu desejo realizado." "Quem tem cem deseja duzentos." A questão é: Como é a es

1 comentário


1°Como agente odeia um corpo que tá tão mecanizado?

2° O texto diz: " sem o desejo de receber não existe um corpo". Mas no exilio a momentos que não temos desejos de nada e nada, absolutamente nada nos da prazer. Quer dizer que o Exilio de 400 anos é um grau dentro de Lo Lishima?🤔💗Gratidão Morá, Criador e Amigos da escola🥳

Curtir
bottom of page