top of page

O Criador Está na Dezena

O Criador Está na Dezena

Trechos selecionados das fontes

 

RABASH, Artigo nº 5 (1984), "O Que a Regra 'Ame Teu Amigo Como a Ti Mesmo' Nos Dá?" 

O Zohar diz sobre isso: “Onde quer que haja dez, a Shechiná [Divindade] habita.” Isso significa que em um lugar onde há dez homens, há um lugar para a habitação da Shechiná.

 

Maor VaShemesh, Ekev 

É sabido que em cada dez há Shechiná [Divindade], e isso é um nível completo. Em um nível completo, há cabeça, mãos, pernas e calcanhares. Acontece que se cada um se considera nulo na sociedade, então ele se considera um calcanhar na sociedade e eles como cabeça e corpo e os órgãos superiores, e se cada um deles pensa assim de si mesmo, então fazem com que se abram para eles as portas da abundância e de todo o bem do mundo, e o principal é o justo que se considera mais “nulo” que todos, pois toda a abundância flui através dele.

 

RABASH, Artigo nº 5 (1987), "Qual é a Vantagem no Trabalho Mais do que na Recompensa?" 

Saudar a Shechiná é muito importante porque o propósito é que o homem alcance esse grau. Mas para chegar a saudar a Shechiná é necessário preparação prévia, para que a pessoa esteja apta para isso. Nas palavras de nossos sábios, isso é chamado de “Assim como Ele é misericordioso, você também é misericordioso.” Esta é a interpretação do versículo, “e apegar-se a Ele, apegar-se aos Seus atributos.” Isso significa, como explicado no livro Matan Torá [A Entrega da Torá], que somente por uma pessoa que trabalha em amor aos outros ela pode alcançar Dvekut [adesão] com o Criador. Há muitos nomes para isso: “Instilação da Shechiná”, “realização da Torá”, “saudação à Shechiná”, etc.

Maor VaShemesh, VaYechi 

Em cada dez, há Shechiná [Divindade]. Claramente, se houver mais de dez, haverá mais revelação da Shechiná. Assim, cada um deve se reunir com seu amigo e ir até ele para ouvir dele uma palavra sobre o trabalho do Criador e como encontrar o Criador. Ele deve se anular diante de seu amigo, e seu amigo deve fazer o mesmo em relação a ele, e assim todos devem fazer. Então, quando a assembleia está com essa intenção, então “Mais do que o bezerro quer mamar, a vaca quer amamentar,” e o Criador se aproxima deles e está com eles.

RABASH, Artigo nº 28 (1986), "Uma Congregação Não É Menos que Dez" Nossos sábios disseram (Sanhedrin, 39), “Em cada dez há Shechiná.” É sabido que Malchut é chamada de “décima.” Também é sabido que o Kli receptor é também chamado de “a Sefirá Malchut", que é a décima Sefirá, recebendo a abundância superior. Ela é chamada de “desejo de receber,” e todas as criaturas se estendem apenas dela. Por essa razão, uma congregação não é menos que dez, pois todos os ramos corpóreos se estendem das raízes superiores. Portanto, de acordo com a regra, “Não há luz que não tenha dez Sefirot,” na corporeidade, algo não é considerado uma congregação que possa ser considerada importante a menos que haja dez homens lá, como os graus superiores.

RABASH, Artigo nº 1 (1984), Propósito da Sociedade – 2" 

Sem anular o amor-próprio, é impossível alcançar Dvekut [adesão] com o Criador, significando equivalência de forma. E como isso é contra a nossa natureza, precisamos de uma sociedade que formará uma grande força para que possamos trabalhar juntos na anulação do desejo de receber, chamada “mal,” pois ela impede a realização do objetivo para o qual o homem foi criado. Por essa razão, a sociedade deve consistir de indivíduos que concordem unanimemente que devem alcançá-la. Então, todos os indivíduos se tornam uma grande força que pode lutar contra si mesmos, já que todos estão integrados uns nos outros. Assim, cada pessoa é fundamentada em um grande desejo de alcançar o objetivo. Para se integrar uns nos outros, cada pessoa deve se anular diante dos outros. Isso é feito vendo os méritos dos amigos e não suas falhas. Mas quem pensa que está um pouco acima de seus amigos já não pode se unir a eles.

Baal HaSulam, "600.000 Almas" 

Na minha opinião, existe de fato apenas uma alma no mundo, [...] Essa mesma alma existe em todos os filhos de Israel, completa em cada um e em todos, como em Adam HaRishon, uma vez que o espiritual é indivisível e não pode ser cortado o que é, ao contrário, uma característica das coisas corpóreas. Em vez disso, dizer que existem 600.000 almas e centelhas de almas parece como se estivesse dividido pela força do corpo de cada pessoa.

RABASH, Carta nº 8 

Uma vez que adquiri a vestimenta do amor, centelhas de amor prontamente começam a brilhar dentro de mim. O coração começa a desejar unir-se aos meus amigos, e me parece que meus olhos veem meus amigos, meus ouvidos ouvem suas vozes, minha boca fala com eles, as mãos abraçam, os pés dançam em círculo, em amor e alegria juntos com eles, e eu transcendo meus limites corpóreos. Eu esqueço a vasta distância entre mim e meus amigos, e a terra estendida por muitas milhas não se interpõe entre nós. É como se meus amigos estivessem de pé bem dentro do meu coração e vissem tudo o que está acontecendo lá, e eu fico envergonhado dos meus atos mesquinhos contra meus amigos. Então, simplesmente saio dos vasos corpóreos e me parece que não há realidade no mundo, exceto meus amigos e eu. Depois disso, até o “eu” é cancelado e está imerso, misturado em meus amigos, até que eu me levanto e declaro que não há realidade no mundo-apenas os amigos.

 

Posts recentes

Ver tudo

CartasCarta Nº 59

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) CartasCarta Nº 59 9 de junho, 1962, Shavuot, Antuérpia Para o meu amigo … Com relação à sua pergunta sobre as palavras dos nossos sábios: “Um filho teimoso e rebel

Carta nº 22

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Cartas Carta nº 22 Manchester, 7 de julho de 1956 Para meu amigo, Li sua carta na qual você anuncia que tem momentos sombrios e momentos brilhantes. Saiba, meu ami

Comments


bottom of page