top of page

Sobre o êxodo do Egito

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Notas Sortidas

Sobre o êxodo do Egito

Artigo 933 




Nossos sábios disseram que a história do êxodo do Egito deveria ser contada no modo de  perguntas e respostas. Quem não tem ninguém para perguntar se pergunta "o que mudou" etc.


Nós devemos interpretar isso. "História" vem das palavras "os céus contam". O êxodo do Egito significa a libertação e redenção das Klipot [conchas / cascas] e da Sitra Achra [outro lado], que significa invocar a raiz da redenção e estendê-la. Este assunto é considerado como “os céus dizem”, significando que quando alguém se remove de qualquer mundanismo, ele pode louvar o  Criador.


No entanto, para que alguém suba ao céu, seu trabalho é feito de perguntas e respostas. Este é o significado dos filhos perguntando, já que Banim [filhos] significa Havanah [entendimento] e razão e intelecto, e eles perguntam a ele.


Alguém que não tem filhos - cuja mente e razão não têm perguntas porque ele é puro em sua razão e qualidades - deve evocar as perguntas por si mesmo, como Baal HaSulam interpretou as palavras de nossos sábios: “Eu desperto o amanhecer, e o amanhecer não me desperta.


"O que mudou nesta noite em comparação com todas as outras noites?"


"Noite" significa o corpo, que é considerado "deficiência" e "escuridão". "Dia" significa a alma, que ilumina o corpo. Naquele momento, ele pergunta: "Como o corpo dele mudou do resto dos corpos das nações do mundo?" "Em todas as outras noites", os corpos comem o que querem sem nenhum escrutínio. Antes, o que seus corações desejam, eles dizem que está a seu favor. Mas esta noite, meu corpo está limitado em pensamentos e desejos.


A explicação é: "Nós éramos escravos ... e Ele nos libertou". Ou seja, especificamente através dessas limitações, seremos capazes de emergir do exílio. Precisamente ao ver as mudanças, subidas e descidas de cada vez, lutando, desperta um lugar de oração. Então as palavras “E os filhos de Israel suspiraram da obra, e o clamor deles subiu” se tornando realidade. Se o exílio é revelado por completo, então começa a redenção.


Isso nos mostra a ordem de exílio e redenção que ocorreu no Egito naquela época, e é essa a ordem que devemos estender até o final da correção.


Posts recentes

Ver tudo

Carta nº 6

Rabash. Carta nº 6 15 de abril de 1955, Londres Para os alunos: Recebi a carta de ... e é bom que ele interprete seus detalhes o máximo que puder. Quanto ao restante dos assuntos que ele me informou,

Plenitude na Vida

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) Artigos/ Registros Plenitude na Vida Artigo 809 "Uma pessoa não morre com metade do seu desejo realizado." "Quem tem cem deseja duzentos." A questão é: Como é a es

Carta nº 1

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Cartas Carta nº 1 Terça-feira, Porção Tetzave: "E você falará a todos os sábios de coração, a quem eu enchi com o espírito de sabedoria", etc. Ao Meu Honorável Pai

コメント


bottom of page