top of page

Sobre o ambiente

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Notas Sortidas

Sobre o ambiente

Artigo 919




“‘E ele pegou seiscentas carruagens selecionadas. ’De quem eram? Se você disser que elas eram do Egito, já foi dito: 'Todo o gado do Egito morreu.' Se você disser que eles eram do Faraó, já foi dito: 'A mão do Senhor está sobre o seu gado.' Você diz que eles eram de Israel, já foi dito: 'Nosso gado também irá conosco.' Em vez disso, foi daqueles 'que temem a palavra do Criador entre os servos do Faraó'. Assim, aprendemos que aqueles, os que temem a palavra do Criador, são um obstáculo para Israel ”(Midrash Tanchuma, BeShalach).


Isso significa que a guarda principal vem de um ambiente daqueles que temem o Criador. Eles são servos do Faraó. Faraó é como disse o ARI, que o exílio no Egito foi que Daat [razão / conhecimento] de Kedushá [santidade] estava no exílio. O Faraó sugaria a abundância, significando que ele é o desejo de receber. Eles são chamados de “trabalhando apenas para seu próprio benefício” e eles não têm nenhuma conexão com o trabalho de doação, pois sua única intenção é apenas agradar a si mesmos.


O cuidado deve ser principalmente com eles, visto que do lado de fora, parece que eles estão trabalhando - engajando-se na Torá, na oração com entusiasmo e fazendo todos os tipos de esclarecimentos. Por esta razão, eles são chamados de "aqueles que temem o Criador." Caso contrário, eles não seriam chamados assim.


E ainda, internamente, eles são escravos do Faraó, o que significa que seu único objetivo é satisfazer seus próprios desejos e necessidades, e eles não têm nenhuma conexão com o trabalho de doação.


Tal ambiente cria um obstáculo para um servo do Criador, porque ele quer trilhar o caminho do Criador e vê o trabalho deles quando se empenham em temer o Criador, e fica impressionado com seu zelo e desde que trabalhem como servos do Faraó, seus corpos não mostram resistência porque os esforços que fazem também são apenas para o corpo. Portanto, não há nenhuma resistência aqui. Pelo contrário, o corpo concorda em dar-lhes força.


Segue-se que tal ambiente é um obstáculo para Israel, para quem quer ser "Israel" e não estar entre os servos do Faraó. Porque um servo do Criador fica impressionado com o trabalho dos servos do Faraó, ele gosta da servidão dos servos do Faraó e é atraído por eles. Assim, ele absorve seus pensamentos e intenções e, assim, lamenta todos os esforços que fez no trabalho de doação.


Doravante, ele não terá forças para continuar o trabalho de doação.


Mas em um ambiente de não-afiliados, que não são do tipo que temem o Criador, eles não têm conexão com ele porque ele sabe que não há nada a aprender com eles. Nesse momento, não há conexão de pensamentos porque ele sabe que não se deve aprender com as ações e pensamentos dos não-afiliados. Portanto, tal ambiente não representa um obstáculo.


Por outro lado, aqueles que temem o Criador e são servos do Faraó representam um obstáculo para Israel, e é preciso fugir para longe deles.


Posts recentes

Ver tudo

Carta nº 6

Rabash. Carta nº 6 15 de abril de 1955, Londres Para os alunos: Recebi a carta de ... e é bom que ele interprete seus detalhes o máximo que puder. Quanto ao restante dos assuntos que ele me informou,

Plenitude na Vida

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash) Artigos/ Registros Plenitude na Vida Artigo 809 "Uma pessoa não morre com metade do seu desejo realizado." "Quem tem cem deseja duzentos." A questão é: Como é a es

Carta nº 1

Baruch Shalom HaLevi Ashlag (Rabash)/Cartas Carta nº 1 Terça-feira, Porção Tetzave: "E você falará a todos os sábios de coração, a quem eu enchi com o espírito de sabedoria", etc. Ao Meu Honorável Pai

Comments


bottom of page